Conversor de jardas para metros - Conversões de distância e comprimento

Jardas   Metros
=
Jardas     Metros  
yd = m

Consulta Rápida de Conversões Comuns – Jardas para Metros

A tabela abaixo fornece valores comumente usados em conversões de jardas em metros.

ydm
10,91
21,83
32,74
43,66
54,57
65,49
76,40
87,32
98,23
109,14
ydm
1210,97
1412,80
1614,63
1816,46
2018,29
2220,12
2421,95
2623,77
2825,60
3027,43
ydm
3229,26
3431,09
3632,92
3834,75
4036,58
4238,40
4440,23
4642,06
4843,89
5045,72
ydm
220201,17
440402,34
660603,50
880804,67
1,1001005,84
1,3201207,01
1,5401408,18
1,7601609,34
1,9801810,51
2,2002011,68

Consulta Rápida de Conversões Comuns – Metros para Jardas

A tabela abaixo fornece valores comumente usados em conversões de metros em jardas.

myd
11.09
22.19
33.28
44.37
55.47
66.56
77.66
88.75
99.84
1010.94
myd
1213.12
1415.31
1617.50
1819.69
2021.87
2224.06
2426.25
2628.43
2830.62
3032.81
myd
3235.00
3437.18
3639.37
3841.56
4043.74
4245.93
4448.12
4650.31
4852.49
5054.68
myd
100109.36
200218.72
300328.08
400437.45
500546.81
600656.17
700765.53
800874.89
900984.25
1,0001,093.61

Tabelas de Conversão Completas

Fórmulas de Conversão

As fórmulas para converter de jardas para metros e de metros para jardas são as seguintes:

  • 1 jarda = 0,9144 metros
  • 1 metro = 1,093613 jardas

Nota: A convers&ão de metros para jardas é aproximada (fornecida até seis casas decimais), mas a conversão de jardas para metros é exata, visto que a jarda foi definida como 0,9144 metro no Acordo Internacional sobre a Jarda e a Libra, de 1959.

A conversão de metros para jardas é exatamente 1/0,9144 (ou seja, o inverso de 0,9144).

Jarda

Definição

A jarda é definida como 0,9144 metro. Essa definição foi introduzida em 1959 pelo Acordo Internacional sobre a Jarda e a Libra, nos EUA, Reino Unido e países da Comunidade Britânica (Commonwealth).

Uso

A jarda é, legalmente, uma unidade de medida padrão nos Estados Unidos. Embora não seja mais uma unidade de medida legal no Reino Unido e países da Comunidade Britânica, ainda pode ser encontrada ocasionalmente, em especial no comprimento do "pitch" de críquete (22 jardas ou 1 corrente).

História

A origem da jarda é desconhecida, mas de acordo com um relato comum sobre sua origem, ela é o comprimento do braço do Rei Henrique I da Inglaterra. A jarda foi pela primeira vez consagrada pelo Estatuto dos Ells e Perches, datado por volta do reinado de Eduardo I (a data precisa de sua incorporação à lei é desconhecida).

A Lei dos Pesos e Medidas de 1824 definiu sua medida com base numa jarda padrão produzida em 1760. Esse padrão foi destruído num incêndio no Parlamento em 1834 e um novo foi produzido em 1845, com base em duas jardas padrão mantidas pela Ordnance Survey (agância nacional de mapeamento). Fica no ar a questão de que padrão foi usado no período intermediário de 1834-1845.

Em 1897, a Lei dos Pesos e Medidas (Métricos) determinou o comprimento do metro com base na polegada, e assim o metro correspondia a 39,370113/36 jardas. Em 1959, o Acordo Internacional sobre a Jarda e a Libra estabeleceu a definição formal da jarda como 0,9144 metro, e isso foi regulamentado formalmente na lei britânica em 1963.

Metro

Definição

O metro é a unidade de comprimento básica no Sistema Internacional de unidades (SI), e é definido como o comprimento do trajeto percorrido pela luz no vácuo durante um intervalo de tempo de 1/299.792.458 de segundo.

Uso

O metro e suas medidas derivadas (quilômetro, centímetro, milímetro, etc.) são as unidades legais de comprimento e distância na maior parte do mundo, com exceção dos EUA. No entanto, o uso das unidades métricas de comprimento, altura ou distância não é pleno em outros países além dos EUA, incluindo o Reino Unido e países da Comunidade Britânica (Commonwealth), que usavam medidas do Sistema Imperial e ainda retêm algumas unidades não-métricas tanto formal quanto informalmente. Por exemplo, a maioria das pessoas na Grã-Bretanha não seria capaz de informar sua altura em metros.

História

O metro no sistema métrico original francês foi criado para ser um décimo de milionésimo (1/10.000.000) da distância da linha do Equador ao polo norte, acompanhando a circunferência da Terra ao nível do mar. Em 1799, foi produzido um protótipo do metro, uma barra feita de platina. Esse protótipo foi substituído por uma barra de platina-irídio em 1889, quando a primeira Conferência Geral de Pesos e Medidas (CGPM) acrescentou uma retrição de temperatura à definição.

Na 7.ª CGPM, em 1927, a pressão atmosférica foi acrescentada à definição. Depois disso, as futuras definições do metro não mais usariam um objeto físico e, em 1960, na 11.ª CGPM, o metro foi definido com base nos comprimentos de onda da luz emitida por uma transição específica do criptônio-86.

Em 1983, a definição atual do metro com base no trajeto percorrido pela luz no vácuo foi introduzida na 17.ª CGPM.

 

©Pés em metros 2019 - Cookies & Política de Privacidade - Fale Conosco